Exame de Polissonografia
 
O exame de Polissonografia consiste na monitorização de vários parâmetros biofisiológicos de um paciente enquanto dorme. Realizado em um quarto confortável, como de um hotel, o paciente chega à noite e é recebido pela técnica, que mostrará as instalações do quarto e explicará o que será feito. Vários eletrodos e sensores são posicionados no corpo do paciente, nenhum invasivo,ou seja nenhum perfura ou entra no corpo. O paciente é deixado à vontade para assistir TV ou ler um livro, como preferir. Quando disser que já está com vontade de dormir, avisa a técnica que, da central de controle localizada em uma sala ao lado do quarto, dará inicio ao exame.
 
Durante o exame os dados são registrados por um computador e consistem na atividade elétrica cerebral, movimento dos olhos, boca e pernas, fluxo aéreo nasal e oral, movimentos respiratórios do tórax e abdome, registro eletrocardiográfico, ronco e saturação arterial de oxigênio. Uma câmera de vídeo especial equipada com infravermelho filma e grava o paciente durante a noite.
Durante a noite inteira a técnica permanece atenta a tudo que possa ocorrer, como desposicionamento de eletrodos ou a vontade do paciente de ir ao banheiro, agindo quando necessário.
 
No dia seguinte pela manhã, ao acordar, o paciente é liberado dos eletrodos e sensores, recebe o café da manhã e pode voltar para casa ou ir para o trabalho. Todos os dados obtidos durante a noite serão analisados pelo médico especialista, que junto à avaliação clínica do paciente, orientará quanto ao melhor tratamento.
 
Os exames de polissonografia são indicados para os seguintes casos:
 
* Sonolência diurna excessiva, narcolepsia, hipersonia idiopática ou recorrente.
* Distúrbios respiratórios durante o sono - roncos, síndrome da apnéia obstrutiva do sono, síndrome de aumento de resistência das vias aéreas superiores, entre outros.
* Instalação de sistema de ventilação com pressão positiva (CPAP).
* Controle pós-tratamento de síndrome da apnéia obstrutiva do sono - cirurgia, sonoplastia, aparelhos bucais, e outros.
* Distúrbios do ritmo cardíaco durante o sono.
* Alterações motoras e de comportamento durante o sono - sonambulismo, distúrbio de comportamento do sono REM, epilepsia, por exemplo.
* Síndrome das pernas inquietas e movimentos periódicos dos membros inferiores.
* Insônia.


Dreamcare - Clinica do Sono - Todos os direitos reservados ® | Site desenvolvido por ECOS ©