Narcolepsia

 

Narcolepsia

A narcolepsia é caracterizada por episódios de sono recorrentes e de curta duração. A síndrome narcoléptica, além das crises de sono, é constituída por episódios de perda do tono muscular, fenômeno conhecido como cataplexia, paralisia do sono, alucinações hipnagógicas. As manifestações da síndrome narcoléptica têm como substrato as alterações que envolvem o desencadeamento do sono REM, tanto noturno como durante o dia.

 
Alguns estudos epidemiológicos mostram prevalência de 0,02 a 0,06%, e, embora possa ocorrer em ambos os sexos, parece haver discreto predomínio nos homens. O início da doença pode ocorrer desde a infância até a idade adulta, principalmente na segunda década.
Tratamento para a Narcolepsia
Medicamentos estimulantes, como a efedrina, a anfetamina, a dextroanfetamina e o metilfenidato podem ser úteis no alívio da narcolepsia. Pode ser necessário o ajuste da dose para se evitar efeitos colaterais como espasmos, hiperatividade ou perda de peso. Por essa razão; o médico deve controlar rigorosamente o seu paciente no início do tratamento medicamentoso. A imipramina, um medicamento antidepressivo, normalmente auxilia no alívio da cataplexia.


Dreamcare - Clinica do Sono - Todos os direitos reservados ® | Site desenvolvido por ECOS ©